WhatsApp-Image-2019-11-05-at-11.03_edited.jpg

Estação Ferroviária Getúlio Vargas

 

A E. F. Sorocabana foi fundada em 1872 e o primeiro trecho da linha foi aberto em 1875, até Sorocaba. A linha-tronco se expandiu até 1922, quando atingiu Presidente Epitácio, nas margens do rio Paraná. Antes, porém, a EFS construiu vários ramais, e passou por trocas de donos e fusões: em 1892, foi fundida pelo Governo com a Ytuana, na época à beira da falência. Em 1903, o Governo Federal assumiu a ferrovia, vendida para o Governo paulista em 1905. Este a arrendou em 1907 para o grupo de Percival Farquhar, desaparecendo a Ytuana de vez, com suas linhas incorporadas pela EFS. Em 1919, o Governo paulista voltou a ser o dono, por causa da situação precária do grupo detentor. Assim foi até 1971, quando a EFS foi uma das ferrovias que formaram a estatal FEPASA. O seu trecho inicial, primeiro até Mairinque, depois somente até Amador Bueno, desde os anos 20 passaram a atender principalmente os trens de subúrbio. Com o surgimento da CPTM, em 1994, esse trecho passou a ser administrado por ela. Trens de passageiros de longo percurso trafegaram pela linha-tronco até 16/1/1999, quando foram suprimidos pela concessionária Ferroban, sucessora da Fepasa. A linha está ativa até hoje, para trens de carga.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi aberta em 1914 como Pau D'Alho e deu origem ao futuro município.

A estação original foi substituída por outra mais moderna, em 1950.

A estação passou a se chamar Ibirarema a partir de 12 de junho de 1945 (Revista Nossa Estrada, no. 177, março de 1953).

Até 2001, estava como muitas outras: suja, depredada e abandonada à própria sorte. Graças a um acordo, a Prefeitura da cidade a assumiu, junto com as demais construções e casas de ferroviários, transformando totalmente a área em uma nova opção de lazer e serviços na pequena cidade. Biblioteca, casa de congelados e órgãos municipais variados ocuparam então o conjunto, numa clara demonstração de que havia uma saída viável para nossas estações ameaçadas.

Em 2017, a estação foi re-repintada externamente.

 

©2020 por Conheça Ourinhos e Região. Orgulhosamente criado com Wix.com